Esse texto é uma carta aberta às pessoas que eu conheço e deixei de conhecer.

Sabe, faz tempo que eu queria conversar contigo. Como você tem passado?

Eu sei, a resposta é sempre “bem”, é o que eu uso também. Apesar de tudo que tem acontecido ao nosso redor, a gente sempre responde a mesma coisa. Eu não gosto de incomodar os outros com os meus problemas, te entendo.

Na verdade, tá tudo bem (de verdade) responder que está tudo bem. Ninguém é obrigado a contar os problemas para os outros, mas eu resolvi que precisava mudar algumas peças dentro da minha vida. To cuidando da alimentação e da minha saúde. Até a vontade de escrever voltou.

Comecei a me sentir estagnado nas últimas semanas e rodando por alguns sites de fotos encontrei essa placa de proibido estacionar. Será que é uma mensagem?

Não, é só uma foto em um site aleatório.
Espera! Aleatório? Aleatório é o resultado da loteria, não a minha interpretação em cima de uma foto!

Para e pensa comigo, você está aqui porque me conhece de alguma forma e desde que a gente se conhece, eu sempre gostei de falar e expor a minha opinião. Então cá estou, fugindo da multa.
Multa? Sim, a multa de estacionar. Estagnar. E mesmo assim, tá tudo bem (de novo) tomar essa multa. Todo mundo tem seu tempo

Confesso que demorou, mas eu precisava dar o primeiro passo, não é mesmo? Independente do que os outros vão pensar. Talvez até gostem!

Foram inúmeros clientes, jobs e projetos pra perceber que o meu maior ativo, sou eu mesmo.

Seja bem-vindo, sinta-se em casa (mas lembre-se que não está, não deixe estacionado), tire o sapato na porta.

Amanhã tem mais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *